Produtos Cartuchos de Impressoras

Categoria:

Recarga cartuchos de Toner

Coisas sobre recarha de cartuchos Se você, assim como muitos consumidores, já tiveram  ou têm algum tipo de dúvida sobre se deve ou não recarregar [remanufaturar] e reutilizar os cartuchos da sua impressora, você vai adorar ler esse post. Vou te contar os maiores mitos e verdades diante das muitas e muitas dúvidas que recebo diariamente em minha loja em apenas 7 pontos,  separei os principais. Ah mas antes, vou deixar claro que, assim como em qualquer outro ramo a escolha pela empresa que vai você vai escolher para prestar o serviço de recarga deve ser profissional, ok?! Então, vamos lá: 1 – Recarregar o seu cartucho NÃO DANIFICA sua impressora. A recarga de cartucho é um processo físico de preenchimento de tinta em um cartucho que estava cheio quando você comprou, só que esvaziou/acabou certo?  Sendo assim, reutilizar aquele mesmo produto não tem como oferecer risco a sua impressora. Se você tem medo de vazamento, fique tranquilo, o reservatório de tinta de todos os cartuchos hoje é feito através de uma esponja, sendo assim quando carregado com a quantidade certa de ml de tinta, não tem como haver vazamento, a menos que você tire ela lá de dentro e a aperte. “Ah, mas e se a pessoa recarregar com tinta a mais?” Ai nesse caso ocorrerá um transbordamento instantâneo onde certamente você vai notar na hora, no balcão da loja. Caso contrário, fique tranquilo e pode pegar o  cartucho, virar de cabeça pra baixo que ele não vai vazar. 2 - Todo cartucho queima. Simples assim, chega uma hora que o circuito entra em curto levando ao que chamamos de queima, e o cartucho “morre” (risos) e  isso não significa que essa “hora” vai  demorar a chegar, ou que o cartucho não pode queimar na primeira recarga por que é novo. O circuito é como qualquer outro componente eletrônico e sua queima é imprevisível, bem como ele pode ser original e estar cheio e do mesmo jeito queimar, ou como queimar após 10 recargas. A queima é irreversível, não tendo como recuperar o seu cartucho. DICA: Fique atento as garantias que a empresa irá lhe oferecer diante desse problema corriqueiro nesse mercado. 3 - Todo cartucho pode ressecar. Se você não usar, a tinta vai ressecar. A tinta do cartucho tem como base água e pigmento de cor, que é pó. Quando você dá intervalos muito longos entre uma impressão e outra ou guarda esse cartucho por muito tempo, ocorre algo parecido a um suco de pozinho quando fica muito tempo guardado na geladeira, o pó acaba descendo e se concentrando no fundo, no caso do cartucho é mais ou menos isso que acontece também. Experimente deixar uma gota de tinta em cima de uma mesa e olhe uma semana depois, você irá encontrar um pó no lugar da tinta, a sua base de água ira evaporar e restará somente o pigmento da cor. DICA: Use seu cartucho pelo menos uma vez por semana. 4 - Todo cartucho recarregado continua mostrando que está vazio após a recarga. Vamos usar um exemplo, supondo que você esteja usando seu cartucho ORIGINAL pela primeira vez e ele está com o nível de tinta na metade e você por um motivo qualquer precisa tirar o cartucho da impressora, quando você colocar o cartucho novamente na impressora como que ela vai saber e te informar o nível de tinta de onde parou, ou seja, na metade?  É muito simples, pois essa informação está depositada no CHIP (circuito do cartucho).  O mesmo acontece quando o cartucho acaba e mostra que está vazio, você leva ele para recarregar, mas volta com o mesmo cartucho na impressora, ela então busca nas informações do CHIP  a ultima mensagem dada para aquele cartucho, sendo assim, informa ao cliente que o cartucho ainda está vazio, mesmo estando cheio.  Se quiser saber mais sobre isso leia essa postagem 5 – Qualidade da tinta x Quantidade de cópias x Cartucho novo: Desde que o cartucho seja recarregado com tinta de qualidade e feito o processo correto de remanufatura com a quantidade certa de ml de tinta, por exemplo, seu cartucho terá o mesmo rendimento e qualidade de impressão inicial de quando novo utilizado pela primeira vez. A quantidade de cópias impressas pode variar de acordo com o tipo de documento impresso como mostramos em nossa ultima postagem  6 – Todo cartucho possui numero de série, ANOTE. O numero de série do seu cartucho é o RG dele, todo cartucho tem um número de série único. Anotar ou exigir que a empresa anote pelo menos os 4 últimos números dessa série, garante que você irá retirar o mesmo cartucho que você deixou na empresa para processo, evitando assim trocas. DICA: anotem esse código de série na sua nota/ordem de serviço assim que você deixa seu cartucho para fazer o processo de recarga. 7 - Economia no bolso e no meio ambiente. Uma das matérias primas do cartucho é o plástico, este material leva mais de 400 anos para desintegrar se abandonado no meio ambiente. Portanto ao encaminhar o cartucho para reciclagem você está reaproveitando um material poluente, que pode ser reutilizado várias vezes antes de ser descartado. A qualidade de um cartucho remanufaturado por uma empresa que pratica a remanufatura profissional, é similar ao original e polui 100 vezes menos o meio ambiente, custa até 70% menos e emprega mão de obra local. Ao reutilizar o mesmo cartucho, você reduz os custos envolvidos na produção e comercialização que podem chegar a 60% do valor do novo. Não há como negar que o hábito de recarregar cartucho de impressora se tornou prática comum não só para o usuário doméstico como também para grandes empresas. Economicamente, é mais viável recarregar um cartucho, seja ele de jato de tinta ou toner, ao invés de comprar um cartucho novo. A economia pode muitas vezes chegar a 50% de diferença entre um novo e um recarregado. O uso de impressoras é hábito corriqueiro nos dias atuais, já que a necessidade se ter documentos, relatórios e trabalhos na tangibilidade do papel supera a ascensão das telas touch screen em dispositivos móveis.  Isso por si só constitui um ônus de manutenção periódica, seja por defeito mecânico seja por reposição de cartuchos. O mercado de recarga de cartuchos cresceu muito e passou a oferecer aos usuários uma nova alternativa de custo baixo. Recarga de cartuchos: mitos Existem diversos mitos que “assombram” a ideia de recarregar cartuchos. Evidentemente que não se pode querer que um cartucho recarregado seja igual a um original, pois nesse a chance de se ter problema é quase zero, o rendimento é alto, a qualidade é realmente superior e você não perde a garantia. A única desvantagem de um cartucho original é realmente o preço. Muitas pessoas acreditam que usando um cartucho recarregado estarão correndo o risco de estragar a impressora. Esse mito foi criado pelos próprios fabricantes de impressoras, já que as recargas representavam uma séria ameaça aos seus negócios, uma vez que o preço de 4 cartuchos equivale praticamente ao preço de uma impressora nova! O fato é que se essa recarga for feita por uma empresa especializada não existe risco algum para o equipamento. O serviço é de alta qualidade e é comum, inclusive, que exista até mesmo garantia no caso de ocorrerem danos. Recarga especializada: garantia similar ao original É preciso saber também que se essa recarga for feita por profissionais capacitados, o cartucho recarregado nada mais é do que um cartucho original que terá passado por um processo de lavagem, teste e a própria recarga. O mesmo caso ocorre com o medo de que o cartucho recarregado estoure ou vaze dentro da impressora. Assim como foi supracitado, se o processo de pressurização for feito de maneira correta, sem processos agressivos, furos ou seringas, o risco do cartucho estourar ou vazar é praticamente nulo. Os cartuchos recarregados só não são recomendados para escritórios gráficos, onde é necessário altíssimo detalhamento nas impressões. Recarga “infinita”?  Não! Por fim, é evidente que vai chegar um momento em que você vai precisar comprar um cartucho novo. Não é recomendável ficar recarregando indiscriminadamente um cartucho. Um cartucho deve ser recarregado no máximo 3 vezes e, ainda assim, somente se for por uma empresa especializada.  

Recarga cartuchos de Tinta

Coisas sobre recarha de cartuchos Se você, assim como muitos consumidores, já tiveram  ou têm algum tipo de dúvida sobre se deve ou não recarregar [remanufaturar] e reutilizar os cartuchos da sua impressora, você vai adorar ler esse post. Vou te contar os maiores mitos e verdades diante das muitas e muitas dúvidas que recebo diariamente em minha loja em apenas 7 pontos,  separei os principais. Ah mas antes, vou deixar claro que, assim como em qualquer outro ramo a escolha pela empresa que vai você vai escolher para prestar o serviço de recarga deve ser profissional, ok?! Então, vamos lá: 1 – Recarregar o seu cartucho NÃO DANIFICA sua impressora. A recarga de cartucho é um processo físico de preenchimento de tinta em um cartucho que estava cheio quando você comprou, só que esvaziou/acabou certo?  Sendo assim, reutilizar aquele mesmo produto não tem como oferecer risco a sua impressora. Se você tem medo de vazamento, fique tranquilo, o reservatório de tinta de todos os cartuchos hoje é feito através de uma esponja, sendo assim quando carregado com a quantidade certa de ml de tinta, não tem como haver vazamento, a menos que você tire ela lá de dentro e a aperte. “Ah, mas e se a pessoa recarregar com tinta a mais?” Ai nesse caso ocorrerá um transbordamento instantâneo onde certamente você vai notar na hora, no balcão da loja. Caso contrário, fique tranquilo e pode pegar o  cartucho, virar de cabeça pra baixo que ele não vai vazar. 2 - Todo cartucho queima. Simples assim, chega uma hora que o circuito entra em curto levando ao que chamamos de queima, e o cartucho “morre” (risos) e  isso não significa que essa “hora” vai  demorar a chegar, ou que o cartucho não pode queimar na primeira recarga por que é novo. O circuito é como qualquer outro componente eletrônico e sua queima é imprevisível, bem como ele pode ser original e estar cheio e do mesmo jeito queimar, ou como queimar após 10 recargas. A queima é irreversível, não tendo como recuperar o seu cartucho. DICA: Fique atento as garantias que a empresa irá lhe oferecer diante desse problema corriqueiro nesse mercado. 3 - Todo cartucho pode ressecar. Se você não usar, a tinta vai ressecar. A tinta do cartucho tem como base água e pigmento de cor, que é pó. Quando você dá intervalos muito longos entre uma impressão e outra ou guarda esse cartucho por muito tempo, ocorre algo parecido a um suco de pozinho quando fica muito tempo guardado na geladeira, o pó acaba descendo e se concentrando no fundo, no caso do cartucho é mais ou menos isso que acontece também. Experimente deixar uma gota de tinta em cima de uma mesa e olhe uma semana depois, você irá encontrar um pó no lugar da tinta, a sua base de água ira evaporar e restará somente o pigmento da cor. DICA: Use seu cartucho pelo menos uma vez por semana. 4 - Todo cartucho recarregado continua mostrando que está vazio após a recarga. Vamos usar um exemplo, supondo que você esteja usando seu cartucho ORIGINAL pela primeira vez e ele está com o nível de tinta na metade e você por um motivo qualquer precisa tirar o cartucho da impressora, quando você colocar o cartucho novamente na impressora como que ela vai saber e te informar o nível de tinta de onde parou, ou seja, na metade?  É muito simples, pois essa informação está depositada no CHIP (circuito do cartucho).  O mesmo acontece quando o cartucho acaba e mostra que está vazio, você leva ele para recarregar, mas volta com o mesmo cartucho na impressora, ela então busca nas informações do CHIP  a ultima mensagem dada para aquele cartucho, sendo assim, informa ao cliente que o cartucho ainda está vazio, mesmo estando cheio.  Se quiser saber mais sobre isso leia essa postagem 5 – Qualidade da tinta x Quantidade de cópias x Cartucho novo: Desde que o cartucho seja recarregado com tinta de qualidade e feito o processo correto de remanufatura com a quantidade certa de ml de tinta, por exemplo, seu cartucho terá o mesmo rendimento e qualidade de impressão inicial de quando novo utilizado pela primeira vez. A quantidade de cópias impressas pode variar de acordo com o tipo de documento impresso como mostramos em nossa ultima postagem  6 – Todo cartucho possui numero de série, ANOTE. O numero de série do seu cartucho é o RG dele, todo cartucho tem um número de série único. Anotar ou exigir que a empresa anote pelo menos os 4 últimos números dessa série, garante que você irá retirar o mesmo cartucho que você deixou na empresa para processo, evitando assim trocas. DICA: anotem esse código de série na sua nota/ordem de serviço assim que você deixa seu cartucho para fazer o processo de recarga. 7 - Economia no bolso e no meio ambiente. Uma das matérias primas do cartucho é o plástico, este material leva mais de 400 anos para desintegrar se abandonado no meio ambiente. Portanto ao encaminhar o cartucho para reciclagem você está reaproveitando um material poluente, que pode ser reutilizado várias vezes antes de ser descartado. A qualidade de um cartucho remanufaturado por uma empresa que pratica a remanufatura profissional, é similar ao original e polui 100 vezes menos o meio ambiente, custa até 70% menos e emprega mão de obra local. Ao reutilizar o mesmo cartucho, você reduz os custos envolvidos na produção e comercialização que podem chegar a 60% do valor do novo. Não há como negar que o hábito de recarregar cartucho de impressora se tornou prática comum não só para o usuário doméstico como também para grandes empresas. Economicamente, é mais viável recarregar um cartucho, seja ele de jato de tinta ou toner, ao invés de comprar um cartucho novo. A economia pode muitas vezes chegar a 50% de diferença entre um novo e um recarregado. O uso de impressoras é hábito corriqueiro nos dias atuais, já que a necessidade se ter documentos, relatórios e trabalhos na tangibilidade do papel supera a ascensão das telas touch screen em dispositivos móveis.  Isso por si só constitui um ônus de manutenção periódica, seja por defeito mecânico seja por reposição de cartuchos. O mercado de recarga de cartuchos cresceu muito e passou a oferecer aos usuários uma nova alternativa de custo baixo. Recarga de cartuchos: mitos Existem diversos mitos que “assombram” a ideia de recarregar cartuchos. Evidentemente que não se pode querer que um cartucho recarregado seja igual a um original, pois nesse a chance de se ter problema é quase zero, o rendimento é alto, a qualidade é realmente superior e você não perde a garantia. A única desvantagem de um cartucho original é realmente o preço. Muitas pessoas acreditam que usando um cartucho recarregado estarão correndo o risco de estragar a impressora. Esse mito foi criado pelos próprios fabricantes de impressoras, já que as recargas representavam uma séria ameaça aos seus negócios, uma vez que o preço de 4 cartuchos equivale praticamente ao preço de uma impressora nova! O fato é que se essa recarga for feita por uma empresa especializada não existe risco algum para o equipamento. O serviço é de alta qualidade e é comum, inclusive, que exista até mesmo garantia no caso de ocorrerem danos. Recarga especializada: garantia similar ao original É preciso saber também que se essa recarga for feita por profissionais capacitados, o cartucho recarregado nada mais é do que um cartucho original que terá passado por um processo de lavagem, teste e a própria recarga. O mesmo caso ocorre com o medo de que o cartucho recarregado estoure ou vaze dentro da impressora. Assim como foi supracitado, se o processo de pressurização for feito de maneira correta, sem processos agressivos, furos ou seringas, o risco do cartucho estourar ou vazar é praticamente nulo. Os cartuchos recarregados só não são recomendados para escritórios gráficos, onde é necessário altíssimo detalhamento nas impressões. Recarga “infinita”?  Não! Por fim, é evidente que vai chegar um momento em que você vai precisar comprar um cartucho novo. Não é recomendável ficar recarregando indiscriminadamente um cartucho. Um cartucho deve ser recarregado no máximo 3 vezes e, ainda assim, somente se for por uma empresa especializada.  

Cartuchos de Impressoras A laser Compativeis

O cartucho de tinta compatível é um produto novo, permitindo mais impressão, preço menor e com a qualidade similar. Ligue e confira se possui cartucho compatível disponível para o modelo da sua impressora.

Cartuchos de impressoras a Jato de tinta Compativeis

O cartucho de tinta compatível é um produto novo, com mais tinta que o original, permitindo mais impressão, preço menor e com a qualidade similar. Ligue e confira se possui cartucho compatível disponível para o modelo da sua impressora.